Caldeiras de tubos de fumo

Introdução

As caldeiras de tubo de fumo são a técnica mais tradicional para a produção de vapor saturado, água quente a alta pressão ou vapor sobreaquecido, para um intervalo de potências entre 250 e 50 000 kg/h (175 a 34 000 kW).

Princípio de funcionamento

O vapor é gerado pelo aquecimento de um grande volume de água num tambor pressurizado por meio de gases quentes, os quais são produzidos a partir da combustão de combustíveis líquidos ou gasosos, a circular por tubos submersos.
O grande volume de água pressurizada armazenada é usado para resolver as habituais variáveis de potencial que afetam todos os sistemas de caldeiras, incluindo variações de qualidade e temperatura da água de alimentação, do combustível e da combustão e, mais importante, variações na carga de vapor.

Vantagens das caldeiras de vapor

  • Troca de calor otimizada por radiação e convecção
  • Eficiência constante, que pode exceder 97% no intervalo de 30 a 100% da carga
  • Adequadas para amplas variações de potência
  • Vapor de alta qualidade (secura superior a 99,5%), devido ao separador de vapor integrado
  • Disponibilidade superior a 97%
  • Combinação de caldeira/queimador eficaz e fabrico com marcação CE total
  • Em conformidade com as normas ambientais, incluindo as relativas a gases de escape (NOx, CO) e eficiência
  • Totalmente montadas, testadas e embaladas de fábrica
  • Amplo intervalo de potências disponíveis
  • Monitorização inovadora, adequada para a integração em sistemas industriais de controlo e para ligação à rede de telediagnóstico da Babcock Wanson
  • Fiáveis e robustas
  • Contrato de manutenção disponível, com um máximo de seis anos de garantia para o queimador e a caixa da caldeira

A mostrar todos os 6 resultados