Oxidadores térmicos

Introdução

Com mais de 350 oxidadores térmicos instalados no mundo inteiro, a Babcock Wanson possui uma competência ímpar em tecnologia de oxidadores térmicos.
Tudo é realizado internamente, desde a investigação inicial até à colocação em funcionamento final, conduzindo à solução mais rentável para os nossos clientes. A revisão atenta do processo na fase de investigação e conceção significa que a nossa solução está totalmente otimizada para cada aplicação, garantindo os custos de operação mais baixos a longo prazo. Os nossos engenheiros procuram garantir as eficiências térmicas mais elevadas para oxidadores de recuperação e o funcionamento autotérmico para oxidadores de regeneração.

Vantagens dos oxidadores térmicos

Os efluentes gasosos de vários processos industriais podem conter níveis elevados de compostos orgânicos voláteis (COV) ou odores, que têm de ser tratados antes da sua libertação na atmosfera, de modo a respeitar os regulamentos em vigor. A solução mais eficaz e mais amplamente utilizada para o tratamento de COV e odores é a oxidação térmica. Os gases poluentes são aquecidos a alta temperatura numa câmara de combustão, na presença de ar, e são completamente oxidados antes de serem libertados como um gás inofensivo.
Os oxidadores térmicos são concebidos e fabricados para recuperar energia térmica externamente (oxidadores de recuperação) ou internamente (oxidadores de regeneração). Qual destes tipos é o mais adequado depende, normalmente, da composição e volume de entrada do ar poluído e da concentração de COV. Os oxidadores modernos também conseguem incorporar técnicas de concentração de tecnologias de adsorção, o que pode fazer com que até os maiores volumes de ar com cargas de solventes muito baixas funcionem de modo económico.

A mostrar todos os 4 resultados