Oxidadores
de recuperação

Os oxidadores de recuperação destinam-se aos processos industriais em que há uma combinação de necessidade de energia e oxidação de efluentes. Estes tipos de oxidadores térmicos são sobretudo adequados para concentrações de COV superiores e caudais de efluentes menores.

Princípio de funcionamento

Os gases poluentes são aquecidos a alta temperatura (normalmente acima de 800 °C) durante 0,6 a 2 segundos, numa câmara de combustão, para serem completamente oxidados antes de serem libertados na atmosfera. Utilizando unidades de recuperação de calor, a energia é recuperada do fluxo de escape para reutilização no processo ou noutra parte, reduzindo, assim, os custos de operação globais.

Uma instalação de oxidadores de recuperação inclui, normalmente:

  • Ventilador de transferência de efluentes controlado por inversor
  • Pré-aquecedor para o ar do efluente
  • Oxidador
  • Painel de controlo para regulação do sistema, com controlador lógico programável (PLC) e painel de interface com o operador (HMI)
  • Unidades de recuperação de calor, capazes de recuperar calor para o fluido térmico, vapor, água quente ou água pressurizada e/ou ar a alta temperatura

Vantagens dos oxidadores de recuperação

  • Controlo contínuo das emissões
  • Simplicidade de controlo e gestão
  • Arranque rápido
  • Elevada recuperação de energia
  • Segurança e fiabilidade, com controlo total de riscos
  • Intervalo de efluentes de 500 a 30 000 Nm³/h